Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hotelaria e Turismo PT

Novidades, curiosidades, notícias e tendências. Para opiniões reais sobre hotéis e restaurantes, siga a nossa rúbrica: Viagens a 2!

Hotelaria e Turismo PT

Novidades, curiosidades, notícias e tendências. Para opiniões reais sobre hotéis e restaurantes, siga a nossa rúbrica: Viagens a 2!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Resort All Inclusive - Férias Tudo Incluído. Descubra as vantagens!

Quando ouve falar de Resort All Inclusive ou de Férias Tudo Incluído quais são os destinos que primeiro lhe vem à mente?

  • Maldivas?
  • México?
  • Turquia?
  • República Dominicana?
  • Brasil?

Se recordou logo algum dos exemplos acima, descanse que não é o único! Segundo um estudo recente do TripAdvisor, os principais destinos mundiais para Resorts All Inclusive i.e. Férias All Inclusive, são precisamente os destinos acima mencionados.

 

ferias-all-inclusive-maldivas.jpg

 

 

A História do conceito Férias em All Inclusive

 

O conceito de All Inclusive não é nem uma ideia pioneira e nem sequer é uma ideia recente. O seu “pai” foi o nadador olímpico Belga Gérard Blitz, que teve a brilhante ideia de criar em Maiorca um acampamento para acolher centenas de convidados.

Não tardou muito a perceber que o conceito era realmente interessante e nesse sentido, pouco tempo depois (em Abril de 1950) fundou o agora mundialmente famoso Club Mediterranée / Club Med, uma empresa turística especializada em férias all inclusive de luxo

Desde 1950, várias outras empresas europeias seguiram o conceito estreado pelo Club Med, com destaque para a empresas inglesa First Choice que inclusive adopta a designação “Home of All Inclusive”. Esta empresa mudou recentemente o seu nome para TUI UK Limited e faz agora parte do Grupo TUI AG, um dos mais bem sucedidos grupos turístiscos do mundo.

 

clubmed - all inclusive kent resort.jpg

 

 

Que tipos/ níveis de Resorts All Inclusive existem?

É claro que dependendo do destino e inclusive do hotel ou da cadeia que venha a eleger como a sua opção para umas férias em tudo incluído podem existir algumas diferenças. Inclusive,  alguns hotéis tem mais de um tipo de all-inclusive disponível, especialmente em destinos como o México ou as Maldivas onde existem resorts com mais de 2,000 quartos espallhados por complexos com vários edifícios.

 

Antes de mais, apenas um à parte válido para todos os níveis de all-inclusive:

  • Nem todos os all-inclusive incluem transporte (avião ou outro), transfers, etc… isso dependerá do pacote de férias que adquire. Aqui estamos a focar-nos apenas na oferta dentro do hotel/resort.

 

De forma geral podemos dividir os resorts all-inclusive em 3 tipos diferentes:

 

  • All Inclusive Light ou Básico –é o tipo de escolha mais barato e geralmente é composto por uma especia de full-board plus com bebidas (regime alimentar que inclui o pequeno-almoço, almoço e jantar). Também é comum neste tipo de all-inclusive existir um bar onde se pode servir de cervejas, vinho, bebidas gaseificadas e águas, além de ter pequenos snacks como mini-sandes e outros tipos de salgados à disposição. A maioria das refeições neste nível de tudo-incluído são servidas em sistema de buffet. Devem existir algumas actividade disponíveis, como campos de futebol ou vólei, bowling, sala de jogos e multimédia, massagens e spas.

 

  • All Inclusive Bronze/Prata ou Intermédio – além do que já se encontra disponivel no nível básico, disponibilizam normalmente uma maior seleção de bebidas alcoólicas, uma maior escolha de snacks e provavelmente um ou dois restaurantes para refeições à la carte (geralmente obrigam a reserva prévia). Neste nível já é muito comum encontrar actividades lúdicas providenciadas pelo hotel ou resort, que ajudam a complementar a oferta de diversão. As ofertas mais comuns são actividade desportivas e serões com animação noturna. Além dos obrigatórios spas, salas de massagens, piscinas interiores com jacuzzi e banho turco, também é comum providenciar um espaço específico para crianças, de modo a que os seus pais possam usufruir de alguns momentos a sós ou como casal.

 

  • All Inclusive Superior ou Plus – É muito comum este nível de all-inclusive incluir também uma ceia além das outras três refeições diárias, room-service, snacks e bebidas disponíveis 24 horas ou pelo menos desde as 10h às 00h. O nível de entretenimento é também de maior qualidade e no caso de resorts de praia com tudo incluído, é de esperar que estejam disponíveis lugares reservados nas praias próximas para os hóspedes do complexo hoteleiro. Alguns complexos até oferecem pequenos cursos de férias, excursões, mergulho e muito mais!

 

Agora que já abordamos a história dos Resorts em All-Inclusive e dos diferentes níveis existentes de All-Inclusive, vamos falar sobre as vantagens associadas para percebermos o porquê de este tipo de férias estar novamente tão na moda!

 

 

As vantagens de passar férias em All-Inclusive

 

Numa rápida análise, qualquer um de nós consegue facilmente identificar 1-2 vantagens imediatas para escolher passar umas férias num hotel all-inclusive em detrimento de num hotel em meia-pensão ou apenas com pequeno-almoço incluído.

 

Na verdade, existem muitas vantagens, mas vamos destacar as que na nossa opinião são as 4 principais :

 

  1. Finanças

O pior que pode acontecer quando se passa por uma crise económica, é gastar mais do que o previsto. Assim, não é de admirar que com as sucessivas e ainda muito presentes crises financeiras, opções de férias com custo controlado, como é o caso das férias em all inclusive, se tenham tornado tão populares. Além disso, a maioria das pessoas prefere pagar tudo de uma vez e não estar a puxar da carteira de 5 em 5 minutos para pagar um café, uma água, um snack, uma massagem, etc. Estudos comprovam que mesmo que não gaste mais, o seu cérebro vai ficar com a sensação que está a gastar mais e o mau-humor começa a instalar-se...

 

  1. Alívio de stress

A grande maioria das férias em tudo incluído são pré-pagas. Ao contrário do que possa pensar, esta opção na realidade ajuda a que fique menos stressado porque quando chega ao hotel, já pagou a conta anteriormente e mesmo que tenha alguns poucos itens a pagar, não se tratarão de valores elevados. Isto permite-lhe desfrutar de uma refeição sem que esteja a contar o que cada um bebeu ou comeu.

 

  1. Férias Temáticas

Com a proliferação das ofertas all-inclusive, existe já a possibilidade de reservar férias em resorts orientados para um determinado tema. Existem All-Inclusive associados a Desporto, Bem-Estar, Gastronomia, Ecologia, Famílias, Adult-Only, Luxo, etc… o céu e a sua carteira são o limite.

 

  1. Actividades

Como explicamos acima, quanto melhor o nível de tudo-incluído que escolher, melhores e mais interessantes deverão ser as actividades disponíveis no local para o hóspede. Agora basta escolher o que mais lhe agrada e…divertir-se!

 

 

Conclusão

 

As férias em tudo-incluído vieram para ficar! Seja em Portugal ou num outro destino europeu, ou mesmo num longínquo destino exótico, existem muitas e boas opções para todas as carteiras e gostos.

 

Assim, mais do que ler, escolha e experiencie. Depois volte e conte-nos como foi!

 

Um abraço com tudo-incluído!!!

João